Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Bola não é Quadrada!!

A Bola não é Quadrada!!

20
Mai19

A tão desejada Reconquista!!!

A Dona da Bola

A Reconquista.jpg

Há três jogos que não escrevo...não consegui....depois do jogo em Braga invadiu-me uma certeza de que o 37 seria uma realidade! Mas não fosse o diabo tecê-las e a minha convicção funcionar como que uma maldição e a equipa voltar a jogar mau futebol, oferecer golos aos adversários e perder jogos, não escrevi o que me ia na alma nestas últimas semanas! E apesar dos 5-1 ao Portimonense e a vitória suada em Vila do Conde, premeditarem a Reconquista, refreei a minha vontade de gritar o 37 já cá canta!

Guardei-me até hoje, depois de assistir ao jogo final na Catedral, depois de festejar o golo 100, depois de exultar o 37, depois do Marquês...depois de tudo confirmado e reconfirmado!!!

Voltando ao último jogo de sábado, o nervoso miudinho apoderou-se de mim logo pela manhã! Embora convicta de que a coisa se ia dar, é impossível calar o diabinho que se instala na nossa mente e que sussurra "ainda não está ganho e se o Santa Clara ganha?!?!". Fui mais forte que ele e dirigi-me à Luz carregada da força que nos fez chegar até aqui e esperei ansiosamente pelo início do jogo. A espera demorou 16 minutos, o Sefe, que nunca me enganou, apesar de às vezes passar ao lado do jogo, inaugura o marcador num passe magistral do Samaris! A primeira explosão de alegria e alívio soltou-se ao minuto 16! E porque os 64.064 adeptos presentes na Catedral mereciam um jogo calmo e tranquilo, o segundo e o terceiro foram ainda marcados na 1ª parte. Os suspeitos do costume não deixaram os créditos por mãos alheias, Félix e Rafa deixaram a Reconquista a uns escassos 45 minutos! A segunda parte foi tranquila e embalada pela festa que já se fazia nas bancadas, o 4º golo, o bis de Sefe, para quem ainda tinha dúvidas de que era dele a Bola de Prata, deixou espaço para que se pudesse apreciar o espectáculo nas bancadas! Cânticos, holas, saltos e aplausos para quem era substituído e para quem entrava! Jonas em lágrimas e as defesas que ainda Ody fez para que não se questionasse o seu valor, tudo culminou no apito final que tornava a Reconquista uma realidade!

E se no intervalo a lágrima se soltou a ver as nossas meninas com a Taça de Portugal, o apito final soltou o grito da revolta que todos tinhamos guardado.

Este foi um dos campeonatos mais duros de sempre para o Glorioso. Embora para alguns ele se resuma aos jogos a partir da 30ª Jornada, para nós começou com uma verdadeira travessia no deserto  que terminou com um quarto lugar a 7 pontos do líder. A primeira volta trouxe-nos enormes amargos de boca que nem a vitória ao FCP e Braga conseguiram diluir. Perder com o Belenenses, com o Moreirense e Portimonense, foram facadas que deixaram marcas na nossa crença.

Só um homem, penso eu, acreditou que era possível, porque também só ele sabia do valor que havia no Seixal. Isso aliado ao que já havia na equipa A e que era subvalorizado, eram a receita para a remontada que se seguiu. Mas só ele acreditou, só ele conseguiu que os jogadores acreditassem e só ele conseguiu que eles jogassem de forma a que também nós, adeptos acreditassemos. E nem uma 2ª volta recheada de jogos em campos difícieis (nunca vi azar tão grande num sorteio que nos pôs a jogar na 2ª volta em todos os campos dificeis .....mas espera estamos a falar daquele sorteio que teve que ser repetido....hhhmmmmm....sei!!!) abalou a convicção de que jogo a jogo seria possível. E quando, chegados ao Dragão apenas um ponto nos separava do lugar cimeiro, estavamos já convictos de que era realmente possível! E foi...

E por muito que chorem que em Vila do Conde aconteceu um roubo, e em Braga mais um atentado à verdade desportiva, o Benfica não ganhou aí o campeonato, o Benfica ganhou quando houve alguém que acreditou que com trabalho, humildade e jogo a jogo, tudo era possível, enquanto outros descansaram à sombra de 7 pontos! Na segunda volta só não ganhamos ao Belenenses SAD, todos os outros cairam! Marcamos mais de 100 golos na época, demos a maior goleada, tivemos o melhor marcador e ganhamos a todos os nossos rivais diretos em suas casas! Caramba é dose! é mais do que merecido, porra!

Quando vejo as lagrimas de Jonas, André Almeida, Samaris e o cair de joelhos de Ferro sei que eles também não acreditavam até alguém lhes dizer que era possível, que com eles tudo é possível!

Ontem, uma amiga, dizia-me "não sei como há tantos benfiquistas a norte" e eu explicava-lhe o Benfica não é de Lisboa, o Benfica é do Mundo, assim tipo a Coca-Cola, em todo o lado há alguém que gosta e vibra!

Agora vamos de férias, começa a loucura do mercado e aponta-se baterias ao 38!

Ansiosa por perceber o que Lage consegue fazer com um campeonato inteirinho e como vamos atacar a Europa, porque sim, temos que atacar a Europa.

Sábado e durante 34 jornadas a bola rolou, umas vezes com mais velocidade, outras mais lentamente e às vezes pareceu mesmo que era quadrada, mas não a bola não é quadrada!!!

P.S. Uma saudação ao Rui Vitória pela sua quota parte neste título e pelo seu título nas Arábias.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D