Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Bola não é Quadrada!!

A Bola não é Quadrada!!

11
Fev19

A primeira vez!!!

A Dona da Bola

numero 1.jpg

Normalmente associamos o número 1 a coisas boas! O primeiro da fila, o primeiro da lista, o primeiro a chegar! Ou noutra escala,  o primeiro amor, o primeiro beijo, o primeiro filho....tantas coisas fantásticas que o número 1 pode representar (e só vamos falar das coisas boas que somos optimistas por natureza). Normalmente, as primeiras experiências, representadas pelo número 1 deixam em nós uma marca que nos acompanha pela vida fora, e quando já mais velhos, contarmos as nossas histórias, haverá sempre uma que começa "a primeira vez que ....".

A minha primeira vez foi ontem, sim, a primeira vez que vi uma goleada de 10 zero!!! 10 a zero!!! E tudo começou no 1º minuto (lá está o 1 outra vez!!!) Ainda não tinha eu recuperado o meu fôlego dos mais de 100 degraus que tenho de subir para o meu lugar, e já tinha que arranjar mais um pouco de ar na minha caixa, para dar o 1º pulo de alegria da tarde! O pequeno Grimaldo já fazia das dele! Mais duas tentativas, anuladas pelo fora de jogo, e o Seferovic, persistente como sempre, acabaria por elevar a contagem até aos 3! Lá atrás nada se passava, o Odysseas simplesmente aplaudia o que de bom, lá à frente, se fazia. Rapidamente estavamos no intervalo! Boa, agora sim podíamos recuperar o fôlego! Nem sequer me atrevi a descer a escadaria, não, que isto custa subir e não sei o que a 2ª parte me reserva, precisava de guardar as forças!

Descansados para a 2ª parte, o resultado assim o perimitia, iniciamos a mesma sem saber o terramoto, em escala 10, que nos esperava! Só foram precisos 5 minutos, o Félix, esse que só tem 19 anos, aproveita da melhor maneira um cruzamento, e num salto de peixe faz o seu golo, como sempre, tem sempre um para marcar. E quando depois do penalti convertido por Pizzi, o homem do jogo pelo que jogou e fez jogar, eu comento para o lado "agora era um golinho do Ferro para o miúdo ganhar confiança" ele me faz a vontade e com uma cabeçada que mais parecia um pontapé, eleva o resultado para 6-0, pensei, está fechado, o Bruno vai rodar a equipa e vamos satisfeitos com estes 6 golos!!! Estava tão enganada, o melhor ainda estava para vir! Não que o Bruno não rodasse a equipa, entrou o Florentino, o Krovinovic e o Jonas, o problema é que os que entraram vinham com o mesmo chip dos que saíram, armas carregadas e vamos a eles!! E assim foi, do Rúben ao Jonas foram mais 4 golos! E se o golo do Rafa era esperado dadas as diversas tentativas que ele teve, ajudado pela equipa que viu que ele queria o golo (e que o merecia)  que o construiu e o ofereceu, os dois do pistolas vem provar que quem sabe nunca esquece! E quando, por razões estranhas, o adversário consegue fazer um remate à baliza (só foi 1, outra vez este número!!) o Odysseas, não querendo ficar atrás do resto da equipa, faz uma daquelas defesas que fica ótima numa foto! Mas que bela tarde na Catedral!!! 10 tiros certeiros, num jogo sem pausas para descansar, com pé a fundo e sem misericórdia dos adversários! Quem viu o jogo de ontem tem dificuldades em acreditar que estamos a falar da mesma equipa que perdeu em Portimão, com dois autogolos, ou que eliminou o Montalegre com um mísero 1-0!

Ontem estreou-se mais um menino, de seu nome Florentino, fez 3 cortes magistrais, um deles dentro da área, sendo ele mais uma prova de que aquilo que se faz no Seixal é sério e é para "alimentar" a equipa A (e que bem alimentados estamos!!). 

Estavamos meio abananados, nem conseguíamos sair dos nossos lugares, tal a avalanche ocorrida. Se nós, benfiquistas, estavamos assim, não consigo imaginar o que sentiriam os jogadores e equipa técnica do Nacional, porque nós provocamos a avalanche, eles não, foram soterrados por ela sem saber como e quando conseguirão sair. Imperou o espiríto do fair-play, desde o consolo dos nossos jogadores às palavras humildes e sinceras do nosso treinador (oh homem, tens a certeza que és deste planeta!). É levantar a cabeça e provar que este jogo foi apenas um precalço, Nacional!!!.

Se o resultado nos espantou por parecer o de um jogo de futsal ou hóquei, mais espantados ficamos quando na lista de marcadores vemos 5, sim 5, jogadores portugueses, dos centrais aos ataquantes passando pelo meio-campo, todos fizeram o gosto ao pé ou à cabeça! Ontem na equipa do SLB jogaram 7 portugueses e ainda havia mais um no banco. 

Há umas semanas atrás colocava um desafio ao Bruno Lage, saber o que fazer quando o Pistolas estivesse operacional, ele ontem respondeu categoricamente, só podem jogar 11 de cada vez, mas esses 11 jogam sempre da mesma maneira, independentemente dos nomes nas camisolas! A minha vénia por isso! Mas não podia deixar de lançar novo desafio, fazer descer à terra estes jogadores, porque neste momento eles estão fora do planeta, assentar seus pés na terra e fazer um jogo magnífico na quinta-feira, na Turquia, aceitas Bruno?!?!

1, um ponto é o que nos separa do 1º da lista, esse lugar que é o mais desejado por todos! Já foram 7 é verdade, mas tenho a certeza que este ponto será o mais difícil de alcançar apesar de ser só 1! A grande vantagem é que está ao alcance e só depende de nós!

Um nota final para o número 1 que mais me custou ontem, o minuto de silêncio que se fez em honra dos pequenos grandes craques que morreram no Flamengo, esse minuto que apesar de ser só um, dispensava bem de fazer! Descansem em paz!

Ontem os astros alinharam-se no ninho da águia, 10 golos ao dia 10, no aniversário do pequeno génio, que jogava com o nº 10, sendo o 10º golo, marcado pelo camisola 10! Parabéns Chalana!

E assim, ontem, a bola rolou, e que bem rolou ela, porque afinal a bola não é quadrada!

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D