Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Bola não é Quadrada!!

A Bola não é Quadrada!!

15
Fev19

Na Turquia sê.....CORAJOSO!!!

A Dona da Bola

NA TURQUIA SE CORAJOSO-001 (2).jpg

A coragem, ao contrário do que muitos pensam, não é a ausência de medo é sim a acção que temos perante o medo. É a nossa capacidade de agir apesar do medo, temor ou intimidação que possamos sentir. E quando pensamos que o medo nos impede de seguir em frente, ele alimenta-nos de uma força capaz de derrubar qualquer obstáculo que nos apareça. A diferença é que um corajoso não aparenta medo.

Confesso que quando vi a convocatória para Istambul pensei que o BL era louco, até porque de médico e de louco todos temos um pouco, mas é das tais coisas que, ou corre muito bem ou é o descalabro total, com implicações que ultrapassariam o jogo em causa. Vinhamos de um resultado louco, com uma exibição de excelência e porquê poder estragar tudo, com uma convocatória maioritariamente com miúdos do Seixal? Gestão de esforço, responde BL, ok, também é preciso, mas é a Liga Europa, aquela que considero que as equipas portuguesas podem almejar ganhar. É na Turquia, e os turcos, mesmo não sendo das melhores equipas a jogar futebol, tem boas equipas sempre impulsionadas pelos loucos adeptos que tornam a Telekom Arena num verdadeiro inferno para os adversários, qualquer que seja o resultado. A resposta é simples, o BL, é um homem corajoso! Coragem para enfrentar uma eliminatória europeia com os miúdos que bem conhece, num estádio que pode ser infernal e num país em que o Benfica o melhor resultado que conseguiu foi um empate (que já não era mau!). Vamos a eles miúdos, deve ter dito o BL no balneário! E eles foram! Foram como se fosse o vigésimo jogo europeu que faziam (bem se contarmos com a Youth League podemos andar perto!), com a convicção da qualidade que tem e com a vontade de mostrar que o BL não é louco, não, é apenas corajoso! Corajoso e sério no que faz, faz com qualidade, com trabalho, como ele diz "nesta equipa quem trabalha terá sempre uma oportunidade", e haverá melhor motivação?!

O jogo começa com o SLB por cima do adversário, personalizado, forte. Cedo quiseram dizer aos turcos que só eram miúdos no CC, que no jogo jogado tinham anos de experiência! Não era tão fluído como costuma ser, mas não estavam a passar vergonha nenhuma como alguns pensavam (e outros tantos desejavam!!). Meio campo cheio com a dupla Gedson e Florentino (e que Florentino, não passa nada pelo miúdo!) e lá na frente a dupla que continua a entender-se às mil maravilhas. Os turcos, que não são de se ficar ou virar as costas a uma boa batalha, após os primeiros 15 minutos, quiseram dizer presente, e em força tentaram tomar de assalto a área benfiquista. Houve alguns calafrios, alguns precalços, mas quando falhou o individual imperou o colectivo. E assim mesmo com os turcos por cima, o SLB, um pouco cínico, chega ao golo da vantagem. Saber sofrer também é uma arte, não é possível, estar sempre por cima, mas saber ser frio e impiedoso quando temos a oportunidade, mesmo estando em sofrimento, não é para todos. Passaram a primeira parte com distinção estes meninos! O início da 2ª parte começa com uma pressão mais acentuada dos turcos, acossados pelo facto de um bando de meninos estar a ganhar em sua casa, lançaram-se para cima deles na tentativa de mudar o rumo dos acontecimentos, e desta forma chegam ao golo do empate. E quando pensavamos que o Galatasaray se agigantaria e devoraria os meninos do Seixal, estes numa prova de que estão prontos para qualquer batalha, não se deixaram amedrontar e apoiados na ação de destruição de Florentino (e que Florentino, não passa nada pelo miúdo!!! acho que já disse isto, mas nunca é demais!) voltaram a controlar o jogo de tal forma que não estranhamos quando o golo do Seferovic, quem mais poderia ser, apareceu. Não estranhamos o golo, mas estranhamos o passe teleguiado do Rúben - andamos a treinar, Sr. Rúben! Pronto, golpe final dos meninos! E pensar que de fora estavam André Almeida, Pizzi, Grimaldo, Rafa, Jonas, Samaris e Gabriel (estes dois que ainda entraram!). Devem ter sentido um misto de satisfação e preocupação, não há lugares garantidos no SLB, seja qual for a competição e seja em que estádio for! Temos futuro no Seixal, temos o Rúben, o Ferro, o Yuri, o Gedson, o Félix, o Florentino fora os outros que ainda não tiveram oportunidade, mas estou convicta que quando a tiverem, provarão que o futuro passa pelo Seixal.

A sorte protege os audazes e o BL merece ser protegido! Tem coragem, é honesto e acima de tudo é sério, coisa rara no futebol. Se há um mês atrás andavamos preocupados por não ter um nome sonante ao leme da nossa equipa, hoje estamos muito pouco preocupados com o nome mas deliciados com o que se fez em tão pouco tempo!

O desafio da praxe vai hoje para o Luís Filipe Vieira, que farás tu no final da temporada, ainda procuras treinador? Queres mesmo um Benfica Europeu, alimentado pelo Seixal? Se queres (e eu acredito que sim) como vais resistir ao assédio que se avizinha aos nossos meninos? Já tens plano para isso?

Ontem em terras turcas a bola rolou, e continua a rolar muito bem, porque a bola não é quadrada!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D