Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Bola não é Quadrada!!

A Bola não é Quadrada!!

31
Jan19

QUANDO TODOS FALAM A MESMA LÍNGUA!!!

A Dona da Bola

gal_000003_img_000786.jpg

Quando todos falamos a mesma língua tudo é mais fácil. Aquilo que dizemos é exatamente aquilo o que os outros percepcionam. Por exemplo, se eu digo que o céu está azul quem me ouve entende que o céu está limpo, sem nuvens, nem por sombras, percebe que o céu está nublado ou que vá chover!!!

Isto é tão mais importante num grupo de trabalho, em que todos temos ou procuramos o mesmo objetivo. Se no nosso grupo de trabalho nos entendemos, muitas vezes sem precisarmos de falar (sim, porque muitas vezes a linguagem não é só oral) o objetivo a que nos propomos fica muita mais fácil de alcançar.

Assim é no futebol, o treinador, o homem do leme, tem que falar a mesma linguagem que o resto da tripulação. Tem que ter um discurso que seja facilmente apreendido pelos seus homens, mesmo que nas entrelinhas, de tal modo que o terra à vista seja uma realidade e não apenas uma miragem de quem está ávido de alcancá-la.

Isto é o que se passa neste momento no meu SLB, a imagem que é passada é a de que aquele grupo de pessoas, liderado pelo Bruno Lage, fala todo a mesma língua! E mesmo que as coisas não estejam a correr como o esperado, como aconteceu no jogo com o Boavista - aquela bola oferecida pelo Gabriel que só não dá golo ao Boavista por excesso de pontaria ou quando a equipa adormece à sombra dos dois golos de vantagem, e sofre um golo que poderia galvanizar o adversário - há sempre um grito que acorda a equipa para aquilo que é o seu valor e a sua ambição.

E assim voamos nas asas do Félix, na régua e esquadro do Gabriel (que não se deixou abater pela estupidez dos primeiros minutos), na visão constutiva do Pizzi, na insistência e persistência do Seferovic (a bola há-de entrar, nem que ele tenha que rematar 222 vezes) e no golão do pequeno Grimaldo que assim vai compensando alguns atos tresloucados que às vezes tem no ataque!! Não sendo isto pouco,ainda tivemos direito à cereja no topo do bolo , o gigante Odysseas a defender um penalty! 

Quando me pergunto qual a diferença para a equipa anterior, quando temos os mesmos jogadores e quando nenhum deles aprendeu a jogar bola em 2 dias nem tomou qualquer poção mágica que os fizesse aprender e apreender um jogo que é muito mais complexo do que parece, a única resposta que consigo arranjar é esta: agora falam todos a mesma linguagem! E se a alteração do modelo de jogo de 4x3x3 para 4x4x2 teve a sua boa influência, essa mudança foi exponenciada pelo fato do treinador conseguir que o seu discurso fosse ouvido e percebido como o devia ser. E quando assim é o objetivo torna-se exequível!

Deliciei-me na terça à noite, desde as botas cor-de-rosa do Jardel (estaria a ver bem!!!), ao flasback aos anos 90 com o banco do Boavista - Jorge Couto (agora careca, quem diria!), passando pelo Fary e acabando no Alfredo - passando pela frustação do penalty provocado pelo Samaris (que de quando em vez regressa ao seu estado mais primitivo!!!) e acabando numa dúvida, que vais fazer Bruno quando o Pistolas estiver operacional, uma vez que não podes jogar com 12?? (podias tentar o 4x2x4!!).

Próxima viagem, atravessar  a 2ª Circular para visitar os nossos vizinhos do lado de lá!!

E assim a bola rolou porque a bola não é quadrada!!!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D